Formando uma sub.

Vamos dizer que o processo de aprendizado de uma sub envolve ir reduzindo ao essencial as zonas de tensão.
Qto mais confiante for e controlar certos elementos, mas foco a sub terá na sua entrega, na sua servidão.
É preciso, portanto, ganhar naturalidade em certas situações desfazendo os desconfortos que podem gerar, qto mais a vontade com certos aspectos típicos da submissão, melhor vão ser os sentidos e a sensibilidade do que realmente importa, consequentemente, mais plena será a entrega.
Como se consegue isto?
Experimentando, vivenciando, se colocando à prova.
Por menor que possa parecer determinados eventos, juntos, vários pequenos eventos se tornam uma barreira, e um a um, vamos desmontando.
Nada é gratuito, sem nexo, a experiência do Dom é cirúrgica ao identificar eventuais riscos, ameaças e na abordagem (como cura) amenizar ou corrigir liberando a sub para a essência de sua submissão: servir.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Frase da semana.

Postura.

Cadelas...