Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2009

Satisfaça...

Agrade ao Dom, tenha prazer, tire Dele aquele comentário silencioso, mas cujo silencio é tão intenso que te faça arrepiar.

Dominação Psicológica.

Imagem
Imagen 006Upload feito originalmente por J. Fuentes M.Tendo com o base o consensual, na DP é fundamental conhecer a sub, suas fraquezas, seus pontos fortes. Conhecer bem seus limites.Tendo isto, é hora de guia-la, orienta-la.Não existe receita padrão, exige sensibilidade.Na vida não alcançamos o conhecimento profundo, não existe Dom com esta capacidade, mas a DP, sem dúvida exige um bom nível de conhecimento, percepção.O bom é que o Dom tb aprende e ele deve ser capaz de aprender.é isto que torna a DP tão bonita.

O Amor BDSM

Imagem
pretty-please Upload feito originalmente por abetaltre
Há algum tempo venho pensando em escrever sobre o amor no BDSM. É, talvez, o tema mais polêmico dentro do BDSM.
Só quero trazer minha contribuição, nada mais que isto.
Certamente voltarei ao tema mais vezes, tamanha são as polêmicas e abordagens possíveis.
Bem, primeiro devo dizer que acredito no amor em suas variadas formas, e são tantas que nem nos damos conta: amor de filhos, de pais, de parentes, amigos, colegas, aluno para professor e vice versa, namorinho, ficante, amante, namoro sério, noivado, casamento, amadurecido, etc...
Poderíamos montar uma lista, seria divertido e construtivo, quem quiser contribuir, fique a vontade.
São formas de se amar, com características próprias, com nuances, definições, intensidades que dão peculiaridade àquela forma de amar.
No BDSM não é diferente, existe amor e dos bons, mas muitos querem amor de namorados, amantes e é ai que tudo se complica.
Não consigo ver, sem ser tomado pela dúvida, um Dom che…

Sirva-se.

Imagem
Master & sub-21
Upload feito originalmente por lizbeth1983a

O "Clube".

Engraçado como tanta gente comete erros enquanto frequenta o "clube".
Em todo clube existem regras, as mais relevantes afixadas na porta, com o BDSM não é diferente, com uma vantagem: clareza.
Na porta uma plaquinha diz: são, seguro e consensual.
Quantos clubes tem regras tão crisalinas? No entanto, a maioria acaba por ignorar e, consequentemente, se dar mal.
A principal delas, pra mim, é o consensual, e é justamente a mais desrespeitada.
O que vemos de "doms" querendo dar ordens, querendo marcar sessões no fim de semana, distribuindo coleiras e de subs sendo induzidas a acreditar que são de fatos "subs" quando na realidade só tem fetiches criados em cenas fortes de filmes e livros.
Leiam a plaquinha, qualquer pessoa minimamente inteligente entende o que as palavras querem dizer, ninguém pode ou tem o direito de mudar as regras, afinal, elas são a garantia maior do BDSM.
Claro, é possível que no primeiro contato ocorram testes, mas são testes, e o andamento dele…