Postagens

Mostrando postagens de Março, 2010

Msn.

Dentro do exposto no texto anterior, vemos no Orkut uma série de perfis BDSM, de todo tipo e variedade, um mercado rico. Para bom observador é uma delícia, em contraposição, é um risco pros desavisados. Mas o que mas tem me chamado atenção ultimamente é que em toda frase de primeiro contato se menciona o msn, às vezes exigindo, outras só informando... Parece que o msn é a credencial para fazer parte do clube. Mais impressionante é a aceitação desta "regra" como algo nato ao BDSM. Partindo desta visão grotesca, como era o BDSM sem msn? Toda modernidade substitui um recurso anterior, é a evolução. Onde se encaixa o msn na evolução do BDSM? Nada contra o msn, ao contrário, o que se discute aqui é o imediatismo do uso, é a tal credencial, vc precisa fornecer pra ser aceito. Faz algum sentido? "Seja bem vinda, me passa seu msn..." "Escrava, me adicione imediatamente no msn..." É irreal até se lembrarmos do Consensual, onde ele se encaixa nesta modalidade de relação? O con…

A invasão.

Muito tem se discutido sobre a invasão que o BDSM sofre com a popularização da internet e da informação.
O bom BDSM, praticado com respeito, entrega e por fazer parte da natureza do individuo ficou difícil de encontrar, e os poucos que sobraram acabam perdidos neste mar de confusão, afinal, a arte de "se passar por" anda muito apurada, é difícil distinguir o falso do verdadeiro, por vezes só se descobre da pior maneira.
Por consequência, quem realmente pratica BDSM começa a perder o encantamento, se torna desconfiado, adota uma postura de precaução seja pra não alimentar expectativas equivocadas, seja para não cair em armadilhas.
Evidentemente não é uma invasão composta exclusivamente por gente com más intenções, muitos fazem por erros de leitura do que sentem e são, outros por expectativas equivocadas, muitos por necessidade de algo que não sabem ainda o que é.
Olhando mais profundamente, encontramos variados tipos, mas a maioria parece caber em algumas definições:
O BDSM como s…

Sobre o Observar...

Quando se observa o que cabe é o todo, sair do foco da ação imediata para enxergar o todo. A dica é justamente esta, se ficar focado em um ponto, perderá todo o resto, se seguir o script, não verá nada. Mas mesmo mudando de estratégia verá tudo? Não. A graça está nisto. Vc só consegue parte da resposta, mas quanto mais souber, melhor será. Devemos aceitar que jamais vamos ter o todo das respostas. Ter parte da resposta, talvez grande parte, mas não ousar ir além pq é a viagem do impossível. E vc, prefere ter a parte óbvia da resposta supondo já tê-la por completo?

Quem vc quer convencer?

"Você pode enganar algumas pessoas o tempo todo ou todas as pessoas durante algum tempo, mas você não pode enganar todas as pessoas o tempo todo." (Abraham Lincoln)O que vou dizer aqui não é brilhante, sequer é algo novo, ao contrário, é muito evidente e conhecido por todos: nosso maior inimigos somos nós mesmos.Apesar de verdade absoluta, irretocável, continuamos cometendo os mesmos erros, através de mentiras que só servem pras nossas conveniências, de atitudes que só minam o que somos.Vamos conduzindo nossa existência com decisões covardes, que afetam sim aos outros, mas que tem em nós as maiores vítimas.Não pense que vc é imune, todos nós em algum grau comete em algum momento da vida um crime contra si próprio.Escolhas erradas, recuos equivocados, avanços impensados...Pior, a gente pensa que faz o certo.Mas a verdade é que a gente evita encarar a realidade, evita as dificuldades, queremos o caminho fácil.Olhe a sua volta, quantos relacionamentos vão ruindo? Escolhas errad…

Reconstruir.

Imagem
untitled
Upload feito originalmente por micmojo Por vezes a vida nos pressiona, coloca em risco nossos sonhos.
O que fazer?
É sempre uma decisão difícil, até pq nem sempre é um processo tranquilo, natural, por vezes é feito de ameaças, riscos.
Assustados, só cometemos mais erros, e muitas vezes nos afastamos daquilo que nos acolhe e fortalece.
Viver exige sabedoria, sabedoria exige força.
Mas se percebemos o erro, talvez ainda dê tempo de usar de sabedoria, por caminhos tortos tentar recompor o que colocamos em risco, recuperar o tempo perdido.
Não digo pra confrontar irresponsavelmente o que a vida nos cobra, mas cabe um olhar mais equilibrado de tudo que há em volta, cabe ouvir, buscar apoio, cabe pensar nas saídas que temos, pq a vida cobra posicionamento, não recuos.
Algumas vezes fazemos escolhas somente por uma história, história sem vida, sem graça, tentando um último suspiro, enquanto a vida e as oportunidades passam lá fora.
Receita: Reconstruir.
Casa caindo aos pedaços pede obra, não r…

Desconstruir - Por Cristal

"Através de uma conversa no MSN cheguei a esse tema e comecei a refletir acerca da construção e desconstrução de uma submissa, agora trago para cá minhas reflexões sobre o assunto, dividindo um pouco de mim com vocês...



Todos sabem que o término de qualquer relação é um momento difícil, delicado para ambas as partes, seja dentro ou fora do SM, sempre será complicado, com várias nuances e períodos.



As relações SM tem um diferencial das outras, sua profundidade, intensidade, doação e entrega. Conhecemos nossos parceiros por inteiro, desvendamos e dividimos os mais íntimos e profundos desejos, compartilhamos sonhos, fantasias, prazer, medos e inseguranças, trocamos confiança mutuamente.



Porém como em qualquer relação exige-se maturidade, talvez até em grau maior do em outras relações, devido a sua intensidade, temos que ser conhecedores dos nossos limites, nossas metas e objetivos a serem alcançados dentro e fora do SM. Dividimos isso com nosso parceiro, esperando e confiando que Ele i…

O que vc faz com a sub dentro de vc?

Imagem
Algumas pessoas acham fácil esconder a sub, reprimir e até matar.
Fazem de tudo, tentam de todas as maneiras.
Outras se saciam com relações convenientes, simulam uma relação forçosamente teatral ou mesmo com falsa entrega.
Mas e dentro de vc, como a sub fica?
Quantas vezes ela dá as caras? Quantas vezes te faz sofrer?
Não acredito em nada que seja capaz de domesticar a sub a não ser um bom Dom, a vida baunilha jamais será plena se a sub não estiver bem resolvida.
Não acredito em sacrificar a sub pra ser feliz, sendo a sub parte essencial de sua existência.
Mas se vc prefere viver uma mentira, tentar se convencer do contrário, terá uma longa convivência com a inquietude, a insatisfação, e sua vida baunilha, que vc tanto deseja resolver, vai se perdendo, fragilizando estruturas, minando a resistência.
No que devemos acreditar? Que outras mentiras vai contar pra si mesmo(a) e para os outros?