Páginas

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Agradecimento

Costumo dizer que o Dom (ou a sub) está em nós, só a espera de brotar, da oportunidade. Da mesma maneira, mesmo quando nos afastamos, continua lá. Talvez a diferença é que ele "adormeça" bem resolvido, saciado. 
Portanto, não cabe despedidas, mas reconhecimento.
Foram muitos anos de BDSM, de Dominação, de erros e acertos, de alegrias e tristezas e que foram ganhando seu lugar na história, numa transição sútil, tranquila.
E olhando para trás (ou observando) acho graça de algumas coisas, me surpreendo com outras, acho admirável o qto foi possível evoluir, viver isto tudo mas, nada disto seria possível, sem cada uma das pessoas que caminharam comigo.
Saibam que em tudo aprendi algo, mesmo quando tudo parecia rápido, mesmo quando tudo parecia turbulento, até quando era desagradável, desgastante, mas cada contato, cada conversa, cada ato foi servindo pra me moldar, amadurecer, me tornar o que fui.
Difícil aqui agradecer cada uma dessas pessoas que nem devem ter se dado conta de terem deixado algo pra mim, mas que saibam de alguma maneira (cedo ou tarde) que não seria nada sem elas.
Algumas vezes as coisas não deram certo ou não evoluíram, sei que algumas se frustraram, criaram grandes expectativas mas não aconteceu. Sei que não foi fácil, mas eu sempre dizia: o tempo vai ajudar a entender. E nem sempre é preciso ser Dono, estabelecer relação para deixar algo, plantar, construir. 
Sempre é doloroso o processo, mas muitas vezes é necessário e, que saibam, nunca passaram desapercebidas ou menores, acreditem, mesmo quando não acontecia, ainda assim foram especiais. 
Não é a coleira que transforma, é o entendimento, é uma busca, é a interação e como ela se dá. Sei, vão dizer que ainda assim, a coleira seria o prêmio, concordo. mas não deixem de valorizar as outras conquistas, nunca. Vcs tb foram parte de minhas construção.
Como é de se imaginar, uma trajetória não é feita só de flores, vira e mexe alguém te olha atravessado, se incomoda, vai lá entender a natureza humana. Não é preciso pisar no calo pra despertar lados obscuros do ser humano. Mas chega uma hora que vc se dá conta: Nossa!!! Vc conseguiu... Não a vitória, mas a capacidade de lidar, de seguir em frente, de continuar íntegro.
Se tem o desgaste, tem o fortalecimento, tem te colocar à prova, te fazer crescer, não tem como chegar a lugar algum sem isto, é vasta a literatura para falar do qto nos tornamos melhores através das dificuldades, pois é, verdade.
Com o decorrer dos anos, com aprendizado, amadurecimento fui encontrando aquelas que me serviram, impossível não abrir um sorriso ao lembra-las. Nossa, como foram fantásticas comigo, como me serviram tão bem, como me realizaram.
Sou muito, mas muito grato a cada uma delas, as minhas "mocinhas".
Em todas eu vi transformação, em todas eu vi submissão, em todas eu me realizei como Dom.
Sim, sinto saudade, mas tb orgulho, alegria, uma sensação de completude.
Confesso que algumas foram deliciosas surpresas, começaram tão suavemente, ganharam corpo, entrega e, de repente, afloraram grandes subs.
Vivemos, eu e vcs, lindos momentos, plenos, saímos bem maiores do que entramos, vcs foram e são muito especiais.
Talvez eu tenha falhado na capacidade de dizer à vcs, demonstrar à vcs o quão importantes foram. Mas nunca é tarde... Ainda que ache que falte algo.
O Dom continua aqui, Observando, escrevendo menos, conversando pouco, mas aqui. 
Para cada pessoa que fez parte de minha trajetória, muito OBRIGADO!!!