Confiança

Todos sabem da importância da confiança na relação, qualquer que seja ela. A confiança estabelece as possibilidades, define os limites, desenha a relação em si.
Confiança é um dos pilares da relação BDSM, não tem como avançar sem ela, ao contrário, só se avança conforme ela cresce.
Mas visto assim de maneira pura, podemos perder o essencial, a confiança se espalha na relação, tem formas variadas, é quase o ar que se respira.
Vc confia na pessoa, vc confia em vc, vc confia nas suas e nas decisões do outro, vc confia na sua intuição, vc confia na entrega, vc confia no seu potencial e no do outro, etc...
Claro que vc precisa confiar no outro pra evoluir, mas não basta, vc conhecendo o outro, sabe onde ele pode chegar e confia nisto, investe nisto.
São confianças diferentes que determinam o caminhar.
A sub, por exemplo, deve confiar na condução do Dom, nas escolhas dele, na capacidade de tomar decisões, de lidar com situações complicadas, de saber se portar numa sessão, de ter a ética necessária, de saber lidar com as questões pessoais de ambos, de ter auto controle, na habilidade do trato, na concepção de situações, no equilibrio emocional, etc...
Na maioria das vezes vc tem uma ou outra confiança, mas aqui e ali acaba rolando uma insegurança, um receio, algo que te trava, pode até te impedir de ir além.
Já o Dom deve confiar na capacidade da sub, é abrangente dito assim, tudo começa na identificação da submissão real, na capacidade dela de reagir e lidar com as diversas situações, na condição emocional, psicológica e até intelectual, na capacidade de aprendizado, de evolução, na maturidade, na postura, na capacidade de proporcionar prazer, fazer leituras corretas, manter o foco, não distorcer realidades, entender os significados da relação, na entrega física e emocional, identificação dos limites, na capacidade de supera-los, etc...
Normalmente a relação se inicia assim que se estabelece a confiança, mas a caminhada só será definida conforme as diversas confianças forem se estabelecendo.
Relações promissoras podem ser só isto depois de um tempo, ficarem na promessa, outras com expectativas menores podem surpreender e crescer, avançar, ganhar forma de maneira inesperada e surpreendentemente boa pra ambos.
Pq se a confiança é a força que inicia a relação, são suas variantes que definem o tamanho e a forma.
Isto explica pq as relações são tão diferentes, pq não tem receita pronta, a tal sensibilidade envolve perceber o grau de confiança para cada aspecto da relação.
Uma coisa é certa, poucas relações atingem confiança total, é quase lendária a relação onde Dom e sub conseguem tal nível de confiança que a partir dali, tudo podem. Não o tudo podem irresponsável, mas dentro do que ambos querem, desejam, cogitam. O livro de folhas brancas diantes dos dois, para que se escreva todas as formas possíveis dentro daquela relação.
Poucos chegaram tão longe, poucos tiveram a capacidade de ler a oportunidade, e muito menos ainda tiveram a chance de vivenciar.
Quem tiver a chance, não desperdice, não deixe nada te tirar esta oportunidade, VIVA.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Frase da semana.

Postura.

Cadelas...