Páginas

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

O Universo das subs.

Já escrevi aqui antes sobre o mesmo assunto, mas vou tentar me aprofundar.
Sempre recomendo às minhas subs que tenham o máximo contato possível com outras subs, é interessante observar que a maioria prefere ter contatos com Doms na busca de aprendizado, entender melhor o BDSM.
Eu sempre recomendo agregar novas fontes, quanto mais, mais ampla será a discussão e as oportunidades de se trabalhar o aprendizado. Vejo com bons olhos esta busca de informações, de se ter uma ampla rede de contatos, desde que com o devido filtro e sabedoria.
Tb já observei que muita sub, mesmo as mais antigas, falham aqui e ali em alguns conceitos, posturas, coisas que não são de perfil de uma relação, mas são o próprio BDSM, falhar naquilo que é pressuposto básico do BDSM é algo que põe a pensar, ainda mais quando se trata de sub com reconhecida experiência.
Vamos juntar os dois fatos: contatos entre subs e entendimento do BDSM.
Vejo muitas subs, iniciantes ou não, cometendo deslizes, pequenas falhas, mas com ampla rede de "amigas", e nenhuma delas é capaz de dar um alerta, uma dica, conversar, explicar, corrigir.
A rede serve mais pra passar a mão, proteger, aceitar, acomodar.
Erros grosseiros passam em branco, acabam sendo reafirmados pq ninguém, absolutamente ninguém do universo das subs é capaz de ter uma conversa com quem errou, só troca de elogios, apoios, etc.
É assustador, pq pensando o BDSM como um grupo de pessoas reunidas por afinidades e, consequentemente, todos embuídos de termos o melhor ambiente, o melhor entendimento, a sanidade e o bem estar necessário, vc vê pouca gente realmente dando contribuições efetivas pra isto, e as que fazem se desgastam, são comuns as reclamações dos que tentam dar um pouco de equilibrio ao meio.
Sempre digo que ser submissa é lidar com o desconforto, mas quantas realmente estão dispostas a ter uma conversa produtiva com outra submissa quando ela erra, comete um deslize ou tem um entendimento errado sobre determinado tema? Quantas, efetivamente, fazem trocas produtivas de informação ao invés de fofoquinhas sobre A, B ou C?
Se fala tanto em reconstrução, acho que devemos começar a falar de construção, de construir subs que entendam o BDSM, como funcionam suas relações, o que é cabível ou não.
Vou reforçar aqui que estamos falando de BDSM, não da individualidade das relações estabelecidas, acima das relações, está o BDSM. Existe o BDSM e existe aquilo que é próprio da relação. Precisamos valorizar o BDSM, assim permitiremos que cada um viva melhor as individualidades de suas relações.
As subs tem grande contribuição a dar quanto ao entendimento do são, seguro e consensual. A compreensão do servir, pertencer, se entregar. A manter a cordialidade do meio.
Não é possível que se veja subs próximas, de suas relações cometendo erros, se expondo desnecessáriamente, se envolvendo em situações inadequadas e simplesmente passar a mão, dar um carinho, oferecer apoio.
É a contradição ao extremo, vc vê uma pessoa querida afundando nos próprios erros e vai lá dar apoio, dizer que ela está certa, dando força, incentivando?
Apoiar sim, o aprendizado, o crescimento, o entendimento do que é BDSM, de como funciona, alertando pra riscos, direcionando pro caminho certo.
Existem pessoas maravilhosas, de grande futuro no BDSM, totalmente desorientadas pq ninguém, ou poucos, são capazes de dar um carinho em forma de orientação, de sugestão.
Afinal, de que serve ter dez anos de submissão se tudo que sabe fica restrito à vc? Somos caixas lacradas, impermeáveis a tudo? Não produzimos trocas? Nada entra, nada sai?
Tem cenas que não condizem com o bom BDSM. Vc vê uma sub afagando a outra que cometeu um erro terrível, mas ao invés de falar do erro, tentar corrigir, vc apóia, faz aprecer que está tudo bem, o erro em si nem é abordado. Fico imaginando o pensamento interior: "Coitada, tão inocente, vai se dar tão mal neste universo BDSM, mas ela é tão fofinha, bonitinha, deixa ela seguir o caminho dela, logo descobrirá, a duras penas, a realidade..."
Com eu já citei em outra postagem, "mineiro só é solidário no câncer".
Será que tb vale pras subs?

7 comentários:

silenciosa disse...

Sds a todos/as e em especial ao DE.

Li e reli este texto duas vezes antes de me atrever a dar minha opinião...
Mas acho que se tem subs que não manifestam sua experiência e conhecimento em prol de ajudar uma outra colega, muitas vezes é para não parecer uma "invasão de privacidade"...
Por exemplo: uma sub me confessava outro dia que o ex dono havia dado uma tarefa absurda para ela. Vou eu ser a indiscreta a perguntar que tarefa era esta que a ofendeu tanto??
Bem, eu realmente não conseguiria, por estar me sentindo invasiva.
Mas lendo este texto magnífico, me proponho a partir de então, tentar passar um pouco mais de minha parca experiência a outras que talvez pequem, por serem apenas iniciantes.

bjs a todos/as, s.

Sophysticada disse...

Parabéns pelo texto.
Sr. devo acrescentar q errei muito e tive uma sorte incrivel de conhecer subs realmente experientes e muito acolhedoras. Hj sou o q sou pq tive amigas "preciosas" q me deram a mão quando precisei e um bom puxão de orelha quando sai da linha.

Saudações

¥ nyssa ¥...ÅS disse...

Bem observado mesmo.
É difícil saber o(s) motivo(s) disso, creio, como disseram acima, que as relações mais superficiais não tem espaço para tais intervenções. Acho também que as pessoas são muitíssimo refratárias às críticas, por mais que sejam construtivas e carinhosas.
Eu já recebi e dei dicas, nem todas acertadas, mas gosto quando há questão, debate, intercâmbio de idéias e opiniões. Pena que a muitos preferem falar só pessoas, inclusive elas mesmas.
Os Tops tem atitudes diferentes, não se solidarizam tanto e costumam ser indiferentes uns aos outros na maioria.

Saudações

{doll}-Splinter disse...

Sabe...muitas vezes os conselhos são também mal interpretados...e a sub que vem dar o puxão de orelha acaba passando por chata ou invejosa...todas gostam de palavras doces..mas na hora da realidade se fecham...
As iniciantes pensam..."quem essa sub pensa que é?..só pq tem não sei quantos anos de BDSM vem querendo me dar sermão??..sai pra lá"...Se tantas a estão elogiando e tal...a errada é quem puxou a orelha não é???..
Aí vc fica mal vista tanto pela tal como pelas outras que estão apoiando....
Por isso muitas vezes prefiro me abster....mas se vierem me perguntar falo mesmo...rsrs...(mas ninguém pergunta)..rsrs
Bom...não sei escrever muito bem..mas espero ter me feito entender...é isso..

Saudações..

bdsm movies, bdsm slave, bdsm pictures,bdsm pics disse...

i love bdsm games too.

Catlin disse...

Algumas vezes ao dar conselhos, a pessoa pode achar que estamos invadindo o mundo dela, querendo que ela mude de opinião...

é complicado isso!

Beijos, Bom final de semana!!

Amanda disse...

Eu sempre gostei de conversar com outras subs. Trocar idéias,discutir opiniões,trocar informações,etc...
Ter conhecimentos atravez de subs tbm é muito importante.
Mas com cautela,sem invadir a privacidade de cada submissa é claro.
Mais uma vez concordo com a silenciosa quando diz que muitas vezes é para não parecer uma invasão de privacidade.

Sds Sr Eros.
Amanda.