Páginas

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Descontrução?

Não acredito que relações de Dominação Psicológica bem sucedidas exijam, ao fim do compromisso, uma desconstrução.
Toda construção bem feita permite transitar com segurança, define entradas e saídas sem caminhos tortuosos.
Uma relação bem sucedida cria uma sub forte, madura e capaz de lidar com os desafios dentro e fora do BDSM.
Fora isto, mesmo que a relação termine, normalmente por impedimentos alheios a vontade de um ou dos dois, haverá espaço para florecer uma amizade baunilha, afinal, ombro amigo nunca precisou de condições pra estar disponível.
BDSM e Dominação Psicológicas visam saciar o que a natureza pede, devem ser relações saudáveis e positivas, relações de ganho, que proporcionem satisfação e felicidade, se estamos discutindo desconstrução, é sinal que algo está errado, não se desconstrói algo que foi positivo e, mesmo após terminado, produz ganhos e, no mínimo, boas e deliciosas recordações.
Ou estamos nos esquecendo do São, Seguro e Consensual? Falar em desconstrução não soa como afirmar que algo fugiu disto?

2 comentários:

Mary sub. disse...

Uma relação saudável ao terminar deixa saudades e recordaçoes de boas vivências sejam baunilha ou bdsm.Se terminar de forma diferente algo ficou não esclarecido ou ao menos pendente, assim percebo .Sempre atenta , e mesmo silenciosa observo e admiro teu blog.Sds.

Casa de Mariah disse...

André Sponville, um filósofo moderno de quem gosto muito, defende em algum dos seus fantásticos textos, o "fim" harmonioso das relações. Que na verdade não seria um fim, mas sim uma transformação de estado.
Transfere-se o carinho, o respeito e até o "amor"...de um tipo de relação para outro tipo.
Simples.