Humanidade x Baunilhismo.

Todos nós temos um núcleo que permanece inalterado seja qual for o ambiente. E temos processos dinâmicos que facilitam nossa adaptação aos diversos ambientes: casa, trabalho, escola, shopping, etc.
O núcleo evolue ou involui, mas é o que somos, comporta nossos medos, desejos, vontades, inseguranças, razões, emoções...
Seja aonde for, seja com quem for, ele estará lá, se usando dos processos externos e dinâmicos pra se adaptar.
A grande discussão sobre o baunlhismo no BDSM não envolve este núcleo, envolve a capacidade de interagir deste núcelo.
O BDSM, como qualquer outro ambiente, exige de nós adaptação, adequação, se for pra agir como agimos no mundo baunilha, pra que chamar de BDSM?
É meio óbvio que se damos um nome, se respeitamos certas regras, se contemplamos determinadas práticas devemos esperar certas adaptações dos envolvidos, visto que tudo visa a segurança e o bem estar assim como podermos viver amplamente aquilo que acreditamos.
Compromissados com o BDSM, esperando isto tb dos outros, toda relação tende a experimentar aquilo que tanto desejamos e sonhamos.
O núcelo do que somos não se perde, ele só se adapta.
Somos humanos, o que significa que vivemos com nossas limitações e virtudes, com nossos sentimentos e medos, com nossos erros e acertos.
Esta humanidade estará em nós seja qual for o ambiente, mas não se justifica que entremos num ambiente e só tiremos dele aquilo que nos atenda, nos beneficie, afinal, tem outras pessoas envolvidas, com suas expectativas e envolvimentos.
O BDSM visa proporcionar a todos os membros a oportunidade de viver aquilo que deseja, encontrar pessoas que tb queiram, proporcionar encontros. Quando vc só pensa em vc, prefere seguir seu modelo, vc é só um penetra.
É muito mais do que seguir, é respeitar o BDSM e seus membros.
O BDSM não exige de vc que altere sua natureza, ao contrário, tenta te proporcionar que floresça. Seu núcleo certamente entrará em ebulição, em processo de transformação, crescerá, amadurecerá, levará pra fora do BDSM ganhos que em outras condições não teria.
Mas para tal, precisa respeitar, se adaptar, no processo dinâmico que todos temos que nos permite frequentar os diversos ambientes sem nos corrompermos. Mas não traga lá de fora aquilo que é danoso e prejudicial ao BDSM, que possa provocar decepções e frustrações aos outros membros, principalmente àqueles com quem se relaciona de maneira direta. Não exija dos outros que ignorem justo aquilo que deu segurança e confiabilidade ao BDSM.
Seja vc, com suas fraquezas, sentimentos, medos, anseios, etc... Mas permita ao BDSM que ele te proporcione crescimento, amadurecimento e vivência como jamais teria. Não contamine o BDSM com aquilo que só é cabível no mundo baunilha.
Se não percebeu, é isto que tem proporcionado sofrimentos e frustrações a vc e a tantos outros.

Comentários

MARY disse…
Pela vez primeira q adentro teu blog ,adorei a clareza de tua palavras ,bem como os assuntos abordados,sem mais para o momento deixo saudaçoes BDSM {mary}_DM.

Postagens mais visitadas deste blog

Frase da semana.

Postura.

Cadelas...