Páginas

domingo, 2 de maio de 2010

Internet


Algumas vezes precisamos colocar os pontos nos Is.
Muito se fala sobre a relação virtual, na maioria das vezes em tom de condenação, mas a maioria das relações BDSM usa e muito a internet.
É preciso deixar claro que o problema não está no uso da internet e sim na ausência de real.
Até pq a maioria das relações usa e muito a internet, uso por vezes intenso, de todos os recursos possíveis.
Então passamos a discutir o bom uso do recurso, o Seguro do SSC, pq independe do que aconteça com a relação, tudo dentro dela é privativa dos envolvidos, mesmo que a relação acabe.
Relações bem estabelecidas, confiáveis jamais terão problemas, por isto é tão fundamental o processo de conhecimento até se estabelecer o acordo.
Retomando o tema inicial, raras são as relações que por contingências dependem 100% da internet, e elas existem.
Toda relação tem como meta algo real, e a internet é um excelente meio pra se preparar o cenário do real, um meio entre tantos.
Mas devemos cuidar pra não generalizar, sair condenando a internet quando a maioria a usa pra se informar, manter contato, conhecer, se apresentar, explorar.
Blogs, fotos, orkut, fetlife...
Microfone, webcam, fotos digitais...
Chega a ser contraditório conhecer alguém via internet e depois fazer discurso generalizando a internet como um mal, me soa como armadilha pra estimular a aceleração do processo pra logo chegar ao sexo.
Não existe problemas quanto ao uso da internet, creio que ninguém de bom senso é contra o uso da internet, mas devemos deixar claro que o condenável é, tendo meios e recursos, jamais propiciar algo real, vivenciar o BDSM real, tendo na internet um ótimo meio de amadurecimento, preparo.

2 comentários:

silenciosa sub disse...

Eros

Como sempre Seus textos são claros e bem definidos, e eu só tenho que concordar com este tópico, visto que a maioria dos adeptos, ao meu ver, prorrogam o máximo possível os encontros reais (quando eles de fato acontecem), justamente pela facilidade de comunicação via internet, com cams, microfones,etc.
Ou ao contrário disso, apressam ao máximo o tal encontro, em busca do nosso conhecido sexo fácil.
São minhas percepções...

saudações respeitosas,
silenciosa

Casa de Mariah disse...

"Todo preconceito é burro"...parte 2.