Blogs.

Gosto muito de ler os diversos blogs disponíveis, principalmente os BDSM.
Todos nós sabemos o intuito dos blogs, para que servem e como podemos utiliza-los.
Para o BDSM os blogs são ainda mais úteis pq fornecem uma fotografia perfeita de como as relações se desenvolvem permitindo aprendizado a todos que adoram BDSM.
Todas as fases são relatadas conforme o momento vivido pelo autor, desde a fase de encantamento, primeiros desafios, medos, desejos, solidificação ou implosão da relação.
São ciclos comuns, identificáveis, pena que muitos blogs se extinguem junto com as relações, quando estes se tornam mais importantes, justamente pela intensidade do aprendizado.
Ou seja, predominantemente temos blogs que duram o tempo de uma relação, relatando as mesmas fases, dando a impressão que tudo é belo e encantador, poucos tem a coragem de manter um blog quando as relações fracassam ou terminam, poucos relatam os motivos que levaram ao fim.
O BDSM e seus praticantes precisam de realidade, não de afagos, precisa de aprendizado, não de fantasia.
Muitos erros seriam evitados se fosse acessível a todos os caminhos percorridos, não devíamos nos envergonhar e sim produzir informação para apoiar aqueles que estão chegando ou vivenciando.
Os blogs deveriam durar bem mais do que uma relação, é a história de cada um, dos bons e maus momentos.
Mesmo nas conversas, ou vc vê amargura ou vê afagos, pouco tendo de realidade, de troca de aprendizado.
Elogio pra cá, elogio pra lá e nada de realidade vivida.
Subs experientes tem quase obrigação de ajudar as iniciantes, não com relatos amargurados ou com afagos infinitos, mas sim falando francamente do que viveu, das diversas nuances das relações, do que aprendeu e do que ainda não sabe.
Senão, teremos somente blogs relatando relações até seu auge e se extinguindo com certidão de óbito.
Os blogs deveriam servir de fonte segura de aprendizado, relatando a vida das subs ou Doms, as conversas deveriam acrescentar, a partir do momento que assumimos nossas responsabilidades como referência.
Lembrando que ninguém sabe ou viveu tudo a ponto de vender receitas via net.
O que quero demonstrar aqui é que anda faltando discussão ao BDSM, em muitos blogs não se vê discussão, o autor posta algo e todo mundo elogia, concorda, poucos contrapõe, discutem.
Mesmo aqui, percebo que mesmo com opiniões formadas poucos comentam, colocam suas opiniões.
O BDSM é, por natureza, conviver com o desconforto, o desafio, vamos aproveitar os blogs para produzir discussão, contar histórias icluindo seus finais, cordialidade não significa que devemos evitar as discussões, mas sim contribuir com o que sabemos e vivemos.

Comentários

{Λїtą}_ŞT disse…
Saudações, senhor!

Muito oportuna a sua colocação, mas gostaria de, com todo respeito, discordar quanto à exposição de todas as nuances da relação.
Tive um blog extinto e para a submissa conservá-lo torna-se às vezes muito difícil por guardarem lembranças de momentos que precisam ser esquecidos, para que se reencontre o centro de equilíbrio.
Além disso, expor fatos que levaram a relação ao fim pode parecer pouco ético com a outra parte envolvida.
Ressalto também que, infelizmente, algumas pessoas, que antes nunca comentaram, aproveitam-se desse momento de fragilidade e dor para tripudiarem nos comentários, pois se rejubilam com a infelicidade alheia. E isto vi acontecer muitas vezes, comigo e com outras pessoas.
Por esse motivo até, tomei a decisão de expor apenas imagens, nada mais.
As trocas de experiências acontecem sim, as submissas conversam muito entre si e posso dizer que tive a felicidade de aprender muito e continuar aprendendo com algumas delas durante a minha trajetória e que procuro sempre passar minhas experiências a outras.
Seria muito bom se as pessoas pudessem compreender e ajudar a quem passa por um momento difícil e o expõe, mas infelizmente não é assim.
Saudações respeitosas.

{Λїtą}_ŞT
Um observador disse…
Sim, vc está certa. É oportuno acrescentar que não estou sugerindo expor os motivos do fim da relação, assim como não recomendo que os blogs se tornem espaço para relatos eróticos.
Acho que textos bem escritos cabem bem no velho ditado: para bom entendedor, pingo é letra...
Da mesma maneira que relatamos alegrias, encantamentos, relatamos medos, tristezas, frustrações...
Não cabe citar nomes, não cabe criar espaços pra enduezamento ou propaganda de quem quer que seja sob risco de se perder uma boa oportunidade de ser útil, inclusive pra própria reflexão.
O que recomendo aqui é a boa utilização do blog, com sutileza, respeito e inteligência, sendo assim, ele irá durar o suficiente pra ser bem mais que uma relação.
Espero ter corrigido meu texto e facilitado o entendimento.
:-)
Senhor compreendo perfeitamente seu ponto de vista e concordo que quando postamos algo, seja um comentario sobre determinado assunto, seja um momento que estamos vivenciando ou até mesmo observações e conclusões a que chegamos na troca de experiências seja com DOMs ou SUBs desejamos mais que cordialidades e elogios, desejamos a opinião sincera seja ela igual ou divergente a nossa, mas uma opinião que com toda certeza nos fará meditar e até mesmo corrigir nossos proprios erros quando eles ocorrem, muitas vezes podemos ter uma visão equivocada de determinado assunto e com um comentario podemos inclusive rever conceitos e valores.
Achei muito oportuna esta postagem, quanto a troca de experiências existem de fato algumas subs mais experientes que são maravilhosas e sempre prontas a ajudar, mas elas são uma excessão e não regra, hoje pelo que tenho visto existe muito mais disputa do que cooperação infelizmente.
Anônimo disse…
Muito oportuno seu texto meu caro.
E espero ver postado aqui suas experiências e vivências também, sua frustrações, conflitos, pois até agora o observei falar e querer que outros façam de suas páginas um aprendizado com seus erros e acertos, mas aqui falta isso, vc só coloca sua posição sem se expor. Vamos observar e praticar antes até mesmo de convocar os outros a reflexão, com nossa pratica ai sim podemos levar os outros aos caminhos. Seus textos são reflexivos e não praticos. Sua vivência e pratica são deixados de fora.
Um observador disse…
Anônima,

Creio não ter lido o meu comentário acima.
Não sugeri relatos que envolvam tercerios, sugeri discussões e reflexões sobre as diversas fases da vida BDSM.
Quando se fica acima das relações um blog ultrapassa términos.
Reitero que o intuito da postagem não é estimular revelações, mas reflexões.
O respeito aos envolvidos é fundamental, não cabe expor, por isto falei de amarguras e sentimentos extremos, nunca ajudam no julgamento.
silenciosa sub disse…
Prezado Senhor Eros

Gostaria de comentar sobre uma frase Sua:

"Subs experientes tem quase obrigação de ajudar as iniciantes, não com relatos amargurados ou com afagos infinitos, mas sim falando francamente do que viveu"...

Realisticamente falando, nós subs,
ao relatar determinadas experiências a outras, com certeza elas haverão de querer saber com quem passamos tal situação, com qual Dom... já passei por isso.
E aí, pergunto-Lhe: seria certo ou ético, expor Tops para relatar
alguma boa ou má experiência adquirida, sendo que para cada pessoa é uma situação diferente, contextos diferentes?
Acho que é passível de maior análise...

Em tempo: Seu blog é maravilhoso, um dos mais éticos que já observei.

Respeitosas saudações,

ss
MARY disse…
Assim que adentrei a esse universo BDSM , percebi nuances as mais variadas,seja em chats seja em blogs,cada qual a seu modo,numa enorme fogueira de vaidades querendo mais e mais .Segui meu caminho, onde estou feliz sendo eu mesma e percebo hoje q fiz a opção certa.. saudaçoes BDSM {mary}_DM.

Postagens mais visitadas deste blog

Frase da semana.

Postura.

Cadelas...