Páginas

terça-feira, 12 de maio de 2009

Harmonia entre irmãs.

Desarmonia entre irmãs é culpa de quem?
Das irmãs ou do Dom?
Devemos deixa-las a própria natureza ou esperar que a condução do Dom favoreça a harmonia e maturidade de ambas?

10 comentários:

Nanda disse...

Senhor...

Lá vou eu com meus pitacos...
me perdoe... mas não resisto...

A harmonia entre irmãs, em minha modesta opiniao, primeiro é fruto de negociação entre Dono e sub e depois de administração do mesmo...

Sempre vai existir o "ciume", ainda que não como se sente no mundo baunilha, mas a sensação de ser preterida, relegada... vai existir se não houver uma administração eficaz pelo Dono...

Apenas minha opinião...

Saudações e uma otima noite

Um observador disse...

Sua contribuição, como sempre, brilhante.
Primeiro que o intuito é sempre provocar discussões, reflexões, estar envolvido no BDSM exige de nós isto, sempre.
E foi precisa na definição, primeiro o consensual, o acordo, depois a condução do Dom.
A baunilha vai estar sempre ali, querendo intervir, dar as caras, mas ser sub é controlar a baunilha.
Uma boa condução favorece, permite que a relação experimente o que há de melhor na entrega.
Obrigado por sua ótima contribuição.

Helena de Tróia disse...

Gostei do blog...
Beijo

Um observador disse...

Obrigado mocinha, conto com sua presença e participação constante.

:-)

Vanessa{DL} disse...

Olá Senhor!

Conconrdo com a Nanda...

E acho tbém... que só exista Hamornia no canil e cadelas dóceis, se houver o Adestramento e Comando firme do Dono.

Mas o mais importante na minha opinião para existir harmonia entre irmãs, é a aceitação da sub pelo prazer do Dono, sabendo do seu lugar e ter a consciência de que a escolha sempre do Dono.

Digo isso, porque pelo Dono recebi de coração aberto (após uns dias de choque e reflexão, rs) minha maninha e até hoje somos muito amigas e a tenho realmente como uma irmã de alma.

Parabéns pelo lindo e reflexivo blog!

SAdauções respeitosas

Um observador disse...

Como se percebe, quem realmente valoriza o BDSM, quem acredita naquilo que o BDSM prega, consegue entender com clareza o papel e responsabilidade de cada um.
Todos os comentários até aqui são precisos no entendimento, lembrando que primeiro passo é o consensual, pra depois se esperar do Dom a boa condução.

{Λїŧą}_ŞŦ disse...

Me perdoe, Senhor, a intromissão, mas gostei muito do tema e do diálogo.
Concordo com a querida {Nanda} e com todos que brilhantemente opinaram aqui.
Gostaria apenas de acrescentar que, ainda que haja boa condução do Dono e consciência clara dos papéis de cada um dos envolvidos, deverá tb haver serenidade, tolerância, respeito e ética para resolver os problemas surgidos, pois nenhuma relação é sempre um mar de rosas... nem a dois, muito menos a três, quatro...
Fantasiar é muito bom, mas no real os problemas surgem e é a capacidade de resolvê-los que vai levar a relação ao sucesso e ao prazer.
Saudações.

Um observador disse...

Por isto eu sempre digo que a submissão é um eterno aprendizado, uma busca por amadurecimento, crescimento e superação.
A sub tem muito a contribuir com a mulher.
Um Dom exerce o papel de condutor, de guia, de protetor e a sub deve buscar tirar proveito de tudo que a submissão possa ensinar.
Crescimento, talvez seja o grande ganho da sub.

christal disse...

Primeiramente gostaria de parabenizar o blog, o qual venho acompanhando não é de hj! rs
Segundo esse assunto tão polêmico me interessa não é de hj tb! rss
Sou uma pessoa que acredita na construção, no desenvolver, no compartilhar em uma relação... e desejosa em vivenciar desafios, pq não deixa de ser um desafio uma relação a dois o que se dirá a 3, 4... quanto mais gente envolvida mais desafios e com certeza isso me atrai!!
Uma condução firme, séria, transparente, honesta..., onde todos os envolvidos estejam empenhados em um mesmo pensamento certamente está fadada ao sucesso, mas sabemos que nem tudo são flores, mesmo pq na vida temos que lidar com situações conflitantes e aqui nesse contexto não seria diferente...
Pois é exatamente esta situação que torna tudo tão encantador e excitante!
saudações
christal

Helena de Tróia disse...

;]