Postagens

Mostrando postagens de 2011

Surpresa.

Imagem
Attic Story 03, upload feito originalmente por Alin Ciortea. Pra quem?

Por trás das grades?

Imagem
Studio Study II, upload feito originalmente por Alin Ciortea. Liberte-se.

Orgulho de ser BDSM.

Muito se discute sobre o momento BDSM, de como os conceitos estão corrompidos, de como existem aproveitadores, etc. Tudo isto é verdadeiro e merece um espaço em nossas discussões. É frustrante? Muito. Mas tudo tem sempre outro lado a oferecer, o lado onde o BDSM se revela forte, íntegro. Onde o BDSM se engrandece. Sabemos dos riscos, das ameaças. Conhecemos todo tipo de situação que afeta e prejudica nosso universo, mas o fato é que ele é mais forte do que os "turistas" supõe. O verdadeiro BDSM é rico em dignidade, respeito, admiração. O BDSM não é discriminatório, preconceituoso, pequeno. O BDSM não é invejoso, corrupto. Fatos recentes provam isto, são gestos e mais gestos desta grandeza que falo. Que não tenham a inocência de supor o contrário, os verdadeiros membros deste nosso universo só reforçam a força do todo, contribuindo para um BDSM são e seguro. É um universo em crescimento, não em tamanho, mas em qualidade. Muito aprendemos aqui, cada um de nós cresce junto, …

Autoras...

Imagem
Sedona - Small Luxuries, upload feito originalmente por TrentChau.

Reflexão do Dia.

Muito se diz que a sub deve obedecer seu Dono quase cegamente (alguns omitiriam o "quase"). Mas é evidente que a sub deve confiar em seu Dono afinal a entrega pressupõe tal confiança. Ainda assim, muito se oscila diante da ordem dada, diante da condução do Dono. Mas se a sub aceitar ser conduzida (apresentada) a um novo universo, não conhecido por ela e que, muitas vezes, modifica a própria leitura da vida baunilha, pq questionar, duvidar, vacilar? Quando partimos para novas descobertas, precisamos de guia, no BDSM este guia é o Dono, a sub se entrega ao Dom na expectativa de que vai se descortinar um universo novo cheio de novas leituras e abordagens. Mesmo sendo tão claro isto, são frequentes os casos onde a sub trava. Para facilitar a reflexão, vamos eliminar da equação as relações oportunistas, maldosas e que não seguem os preceitos BDSM, nesses casos não é rebeldia e sim bom senso. Existem as respostas fáceis: medo, insegurança, cultura, aprendizado, erro de condução, …

Mentes Obtusas

Algumas pessoas frequentam o meio atrás de vantagens e não medem esforços para consegui-las. Encontram na net um suposto escudo de proteção e vítimas ideais. Colecionam histórias que só estragam o meio, fazendo com que muitos tenham imagem distorcida e até abandonem antes de terem conhecido a essência do BDSM. Bom, sou meio rodado quanto a isto, e não costumo dar corda, mas... Diante da insistência e da falta de caráter de uma pessoa, achei por bem vir aqui. Tal pessoa acredita piamente na proteção que a rede oferece e na sua capacidade de iludir pessoas, por exemplo, sua frase: "Olha adoro essas redes socias, pq lá somos quem queremos ser, as vezes um perfil é deletado mas outro, com nick diferente pode permanecer, fascinante isso". Esta frase compõe um das centenas de comentários anônimos que recebi aqui no blog, outra centena foi deixada no blog de atena com o intuito de destestabilizar a relação e colher vantagens com isto. Não que ele tenha sido o único, as pessoas rea…

Sair do Lugar.

Imagem
paralyse liberté, upload feito originalmente por Unphotographically by d u .r. M a c i e l. Às vezes é mais difícil do que parece.

O BDSM está morrendo?

Muito se discute sobre uma crise no BDSM, de como estamos perdendo cada vez mais o foco, o motivo central de nossa existência, fugindo cada vez mais de nossos conceitos mais puros, etc. Olha, eu realmente vejo coisas que me entristecem, decepcionam, que me fazem sim questionar mas, se a gente olhar bem para o que encaramos como BDSM, se tivermos o apuro no olhar, veremos que o bom e velho BDSM continua ai, vivo e forte, se renovando, progredindo, amadurecendo. Não dá pra ver um monte de baderneiro tumultuando e achar que aquilo ali representa o todo. Em todos os movimentos que envolvem muitas pessoas, vão existir algumas (ou muitas) que estão ali de penetras só confundindo a leitura de quem vê. Eventos, manifestações, shows são paralelos que podemos traçar. Tem um monte de gente sempre participando, mas poucos realmente envolvidos. Olhando pra quem realmente está envolvido, ainda temos o brilho no olhar, o gosto pela coisa. Lembrem-se que o sucesso não precisa de publicidade, quem está real…

Uma certa sub...

Imagem
Melancholy, upload feito originalmente por LOGUSS.

Submissão e vida baunilha

A submissão pode se tornar um problema na vida baunilha. Muitas mulheres de natureza submissa acabam sendo manipuladas, exploradas, usadas e acabam tendo prejuízos na vida pessoal e profissional. Tudo bem, até ai, é o óbvio. Mas como o BDSM pode ajudar nisto, principalmente a Dominação Psicológica? De várias maneiras, desde os príncipios mais básicos até a própria condução do Dom. A submissão bem canalizada, direcionada deve promover mudanças significativas na vida da mulher, não faz sentido que a submissão não promova crescimento, amadurecimento e maior confiança na mulher, afinal de contas, na DP, ela está sendo conduzida e esta condução é responsável por promover transformações. Claro, requer responsabilidade, preparo, vir de uma pessoa centrada, equilibrada, etc. Bom, parece óbvio mas, infelizmente, não é o que vemos, mas cabe a cada um fazer sua leitura, fazer suas escolhas afinal, é consensual. No BDSM é bem definido que sub só tem um Dono e que deve se esmerar em deixar seu Dono orgul…

Frase do dia.

Quanto menos contaminada pela baunilha for uma sub, mais pura na submissão ela será.

A espera da coleira.

Imagem
IMG_0295 1, upload feito originalmente por marco langella.

Eros e Psique

Imagem

O Olhar e a Montanha

A vida é dinâmica... é como olhar uma montanha de longe... conforme avançamos na estrada... ela muda... ganha novos contornos, novos ângulos... até vc finalmente poder dizer que realmente conhece a montanha... é sempre um aprendizado.
Quando se olha algo ou alguém a primeira vez... tudo se apresenta de um jeito... com o tempo percebemos diferenças, evoluções... mas sempre tem caminho pela frente... conheceremos mais e mais sobre o outro... sobre as coisas... se descobrirá a química da relação, se aperfeiçoa a comunicação e se acentua as afinidades... melhoramos o olhar, a leitura... ganhamos euilibrio, serenidade... amadurecemos a visão que temos... a tendência é sempre de melhora.
Se ontem tivemos um grande e belo momento... haverá outros... um nível acima... dois níveis acima... algumas vezes haverão recuos... descanso... depois retomada... mas sempre aprendendo sobre o outro... sobre si próprio... sobre as coisas que nos circulam... corrigindo rotas, se preciso for... superando limites, sempre.
É a caminhada de…

O Mérito

Mas bem que a postagem poderia ser chamar a conquista e a perda de espaço. Na vida tudo que conseguimos depende de nossos esforços, posturas, convicções, atitudes e de uma série de fatores que combinados determinam nosso sucesso. No BDSM não é diferente, a exigência é até maior, ou deveria ser, mas vamos nos concentrar no bom BDSM, se formos falar do bdsm o texto não terá fim. A contribuição de ambos para o crescimento da relação é inquestionável, cada um dentro do seu papel, muito do que se faz determina o tamanho que a relação terá, se é que vai haver relação. É preciso ter em mente que a simples condição de Dom e sub não é facilitador ou determinante pra se estabelecer relações, é preciso que no dia a dia, em cada ato, cada coisa dita e feita, se reforce os laços de confiança e conquista. Muito se perde quando se acha que o que se tem basta, quando não se agrega outros elementos à relação. "Sou uma boa sub e pronto, me aceite como sou". "Sou um Dom renomado e vc deve me s…
Imagem
Mais um selo e mais uma pedreira, pegando o ritmo. Este enviado por DEXPEX_{Amar Yasmine} e é com carinho que cuprirei as exigências do selo.
1 - Quanto tempo de BDSM?
Uns dez anos, não sei precisar com exatidão em virtude do começo "acidental", uma amiga se descobrindo sub resolveu me descobrir Dom tb, me convidou pra ser o Dominador dela, e dali a coisa evoluiu, muito tempo lendo, estudando, errando, acertando... É uma característica minha, de só me envolver com aquilo que realmente conheço, que possa realmente me sentir a vontade. Com o tempo vc amadurece, passa a entender o caminhar das coisas e tudo passa a funcionar...
2 - Como foi seu primeiro ano no BDSM?
Não sei se dá pra definir um ano cronológico, mas este "ano" foi de aprendizado mútuo, depois segui sozinho, sempre foi prazeroso, enriquecedor. Não tenho realmente do que reclamar, sempre foram desafios estimulantes, mesmo que na hora vc pense "o que estou fazendo aqui? :-)
3- A primeira pessoa que você c…
Imagem
Recebi este selo da luba, Confissões de uma indomável
Agradeço a gentileza, se bem que é uma pedreira... :-)
Mas vamos lá, vou tentar cumprir as regras que são:





1ª Repassar a 15 pessoas.

2ª Responder as perguntas.



Nome: Eros, o Dom


Uma Música: Complicado, adoro música, tenho mais de 5 mil, qualquer uma que eu citar será uma injustiça com tantas outras, mas vou citar uma que gosto muito e que fala muito desta fase de maturidade da vida - Meu Jardim - Vander Lee.


Humor: Depende do ambiente, das circunstâncias, tenho minhas doses de ironia, malícia, mas normalmente é sóbrio, como cabe a um bom observador.


Uma Cor: Preto.


Uma estação: Verão.


Como prefere viajar: Viajar me basta. Onde tiver natureza, estou lá. Pena que dirigir que é tão gostoso pode ser tão tenso, mas se eu pudesse, vivia viajando.


Um Seriado: Hoje em dia, House.


Frase ou palavra mais dita: Se fosse frase pensada... ;-) Difícil, já tem alguns minutos pensado, vou pensar mais... Já estou no dia seguinte, acho que não cons…

Retrato Atual

Vivemos uma época de publicidade, onde parecer é mais importante do que ser, onde o individual é mais importante que o coletivo, onde se exibir e se expor vem se tornando padrão, e ai de quem tenta escapar à ditadura da publicidade, vc só é aceito se seguir as regras.
O BDSM não foge a regra: perfis, blogs, conversas... Cada vez mais “reveladores”, subs expostas, reveladas, relações contadas em detalhes. Cada vez mais deixa de existir a privacidade, a reserva, nem mesmo o direito a tal.
Evidente que muitas relações têm isto de maneira equilibrada, madura, com muito bom senso, dentro do consensual, desenvolvem maneiras elegantes e com bom gosto de explorar as vitrines disponíveis.
Mas, na maioria dos casos, isto se dá de maneira grosseira, beirando o irresponsável, expondo demais, revelando demais. Parece que se desconhece o sentido da palavra SEGURO, que é uma das três que norteiam as relações BDSM.
O outro lado da coisa é o tal voyeurismo, já citado aqui no blog como colaboração de leito…

O Consensual

Quem vive o BDSM há algum tempo já ouviu alguns relatos sobre uma situação que vai além, que ultrapassa algum limite. Muitas subs descrevem estes momentos com naturalidade, como se fossem prerrogativas do Dom. São situações onde o Dom impõe sua vontade, seja através de indução ou a força, e a sub se submete por acreditar que deve aceitar ou que é direito do Dom que seja assim. Isto acaba favorecendo alguns excessos, coisas que vão muito além do consensual, do acordado, do permitido. São situações que estão definidas como crime, pq usam de força ou outras artimanhas pra impor sua vontade sem que haja consensualidade. Sim, crime. O interessante é que muitas subs relatam isto com desenvoltura, como se fosse direito do dominante assim fazê-lo. Algumas falam até em conquistas, superação quando por dentro são corroídas pelo arrependimento, dúvida e insegurança. Não estou falando, evidentemente, das situações onde a sub é ameaçada, chantageada e tem conhecimento de estar correndo risco e não vê al…