Postagens

Mostrando postagens de 2009

Compromisso.

Imagem
Upload feito originalmente por Archie Patenaude BDSM é uma natureza.

Algo que fica adormecido.

Não é um fetiche.

Um desejo de momento.

É um compromisso.

Sente-se.

Imagem

Certo e errado.

O certo e errado cultural não existe.
Acho que concordamos que a cultura só serviu pra aprisionar.
Mas existe um certo e errado natural,
Eis o que perseguimos...

Sofrimento ou Aprendizagem?

Imagem
A vida, seja em que universo for, cansa de nos maltratar, bater, nos colocar de joelhos.
A tendência mais comum é perder a fé, desacreditar que algo possa se salvar.
Colocamos tudo no mesmo saco, classificamos e pronto, seguimos em frente carregando o fardo de experiências ruins acumuladas em nossas vidas.
Tudo que vier dali pra diante ganha uma etiqueta e vai pro saco, somando sem chances de reavaliação à tudo aquilo de ruim que se viveu.
Mas será justo? Será que a vida pode ser tão cruel que só nos abre portas negativas? Será que os presentes na beira da estrada são sempre armadilhas?
Todos nós já estivemos dos dois lados da história: ou recebemos ou colocamos etiquetas classificadoras generalizando as pessoas num único grupo onde ninguém merece um olhar especial.
Diariamente somos confrontados com inúmeras situações e pessoas, crer que todas são iguais é de uma simplicidade que só nos faz mal, crer que somos para os outros só mais um número é pior ainda, sinal que perdemos a fé em nós me…

Presença?

Imagem
Dom, sempre tão presente.
Mas algumas vezes a entrega pede que Ele se sinta ausente.

Paz

Se a espera te deixa tensa, se desconfia de sua capacidade de se entregar e servir, lembre-se que quando estiver sob a mão do Dono a paz te tomará e será a sub que Ele sempre afirmou que era.

Quem é quem?

Imagem

Perdão.

Imagem
Vc já está pronta pra se desculpar?

A Armadilha Perfeita.

A criação ou o modo de vida ou a personalidade ou algum outro aspecto pode induzir a mulher a se acreditar submissa. Não necessariamente que ela se veja assim, mas pode ser sugestionada a acreditar. Onde quero chegar? Muita submissa não é, por natureza, submissa. Mas podem ser abordadas num momento de fragilidade ou por alguém com lábia suficiente para oferecer a "leitura" que pareça esclarecer tudo. De repente tudo parece ganhar sentido, e a mulher passa a se acreditar sub. Junte uma boa dose de promessas de aventuras, emoções, sensações nunca antes vividas e a arapuca está armada. Mas o processo é tão parecido com os que levam a descobertas de subs verdadeiras que fica difícil saber a receita para evitar o erro. O BDSM é naturalmente sedutor, é fácil "vender" um pacote encantador onde a mulher é a peça que faltava. Tentador. Mas não só vítimas inocentes caem na armadilha, muitas querem cair, muitas precisam cair. É uma troca, uma cumplicidade silenciosa, um acordo não expl…

Conceito.

Imagem
Servir é se sentir livre na entrega.

A sub.

Olhem bem, cada vez mais raras, as subs estão em extinção, dando lugar a fetichistas, mulheres em busca de aventura, relações simuladas... Pena que seja assim, me frustra que seja assim...

Entrega total.

Imagem
Deixe seu Dono decidir, Ele sabe o que é melhor no momento.

Adultos e crianças.

Talvez seja possível resumir as pessoas em dois grupos: as adultas que vivem num universo infantil e as crianças que vivem num universo adulto.

Mas resumir é isto mesmo, enxugar uma definição, transforma-la no mínimo possível.

Aprimorando a definição, amadurecemos em blocos, ninguém amadurece de todo.

Se nos definirmos como blocos de montar, verdadeiros legos, percebemos que alguns blocos amadurecem mais cedo do que outros, assim como involuem vez ou outra.

Somos bem resolvidos profissionalmente e totalmente imaturos nas questões pessoais, fortes dentro do ambiente familiar e totalmente abobalhados sexualmente.

Ou seja, alguns blocos vivem num mundo adulto, outros ainda engatinham, o somatório define nosso perfil: adultos num universo infantil ou crianças num mundo adulto?

Olhando desta maneira parece que fica fácil entender algumas lógicas.

Gosto da idéia de ser um adulto capaz de se divertir com as pequenas coisas, relaxar, rir com bobeiras, se desprender da seriedade do mundo adulto.

Quant…

Sem rumo?

Imagem
Corpore Sano
Upload feito originalmente por wandeclayt

Light?

Imagem

Espelho.

Imagem
Prisão
Upload feito originalmente por AdFacuri Quando se olha no espelho, o que vê? Uma sub?

A Exploração do sexo.

O sexo é extremamente relevante em qualquer relação BDSM, mas é preciso cuidado para que a relação se torne exclusivamente sexual.
Cada vertente do BDSM tem um objetivo, cada combinação de perfis no BDSM tem suas nuances, mas se for exclusivamente sexual é BDSM?
Como eu já disse antes, às vezes é o objetivo dos dois, aceitam que seja assim, entendem bem as escolhas feitas mas não deveriam usar o BDSM para mascarar a situação.
Amantes, relações homo, aventuras, risco calculado ganham uma máscara oportuna chamada BDSM, muitas vezes até sem perceber, somos envolvidos pelo sonho, desconhecemos a realidade, então... nos machucamos.
Reforço uma regrinha simples: consensual. E só se atinge o ideal embutido na palavra com muita conversa e entendimento, sem imposções.

Uma sub ansiosa por servir.

Imagem
Vassanta the lick
Upload feito originalmente por rich cirminello [amorphic] Mas sem perder o controle, sem vulgaridade, aguardando a ordem do Dono, sabendo que é Dele o momento.

Posição diante do Dono.

Imagem
Com pequenas variações, é a posição mais comum e, talvez, desejada para a sub diante de seu Dom.

Do que tem medo?

Imagem
fear at me
Upload feito originalmente por Silviee Quais são seus fantasmas?

A sub.

Imagem
...
Upload feito originalmente por Silviee Normalmente todas as tragédias associadas ao BDSM recai sobre o Dom. Aqui mesmo já fiz muitos textos sobre o comportamentos dos Doms e como isto afeta a relação.
Mas para os mais observadores é possível ver nas entrelinhas que nenhuma versão de Dom existiria se não existisse a sub correspondente.
É provável que estatisticamente exista mais submissas do que Dominadores, já fiz uma enquete no Orkut e verifiquei isto.
Mas, quando coloco minha experiência pessoal confrontada com este número, digo com alguma certeza que menos de 30% é de fato submissa.
É um dado decepcionante, apesar de ser uma estimativa pessoal.
Mas muitas subs se aproximam de mim querendo sexo forte, com mais pegada e ignoram o conceito de obediência, entrega.
Outras querem ouvir declarações apaixonadas, gestos românticos, ou seja, querem um amante com carteirinha vip, de amantes especiais testados e aprovados.
Existem as que se metem nisto por fetiche, afinal, a imagem em fotos e filme…

Decepção...

Imagem
Jamais deixe que mudem sua essência. Cabe ao Dom acentuar suas virtudes e corrigir seus defeitos, jamais modifica-la.

Poder da Imagem.

Imagem

Não se esconda.

Imagem
Saia das sombras, não se esconda, siga seu destino.
Se tem algo que desejas, se prepare adequadamente, se reforce, monte a estrutura necessária e depois, com tudo pronto, corra atrás, seja direta, não use entrelinhas, não recorra a artimanhas, busque aquilo para o qual se preparou.
Existe o tempo de estudar, aprender, se informar.
E existe o tempo de agir, de fazer valer tudo que colheu antes.

Estimulante.

Imagem
Ilieana lenceria
Upload feito originalmente por Carlos E. Cáder






Qual te estimula mais?

"Doms"

Os diversos tipos de "Doms".

O Mandão. Ignora completamente o conceito de consensualidade. Já chega dando ordens mesmo que a sub ostente coleira. Confunde autoritárismo com autoridade, não sabe distinguir a diferença. Sua presença é sempre marcada por ordens como se isto desse um relevo maior a ele, é sua carta de apresentação.
O Sedutor. Também chamado de Romântico. Adora "presentear" a sub com poesias, bombons, presentinhos encantadores. Jura amor eterno, um verdadeiro apaixonado pela mulher, por vezes ignora completamente o papel de ambos, é um Dom atenuado que valoriza mais a mulher que a sub. Sua autoridade é dispersa, muitas vezes inexistente. Tenta prender a sub com promessas de romance e dificilmente consegue exercer seu papel de predominância visto que se baseia na sedução, exercer autoridade poderia colocar em risco a relação. O Virtual. Baseia sua existência na tela de um computador, eventualmente avança pra telefones e outros meios distantes de comunicação. …

A pureza da entrega.

Imagem
68
Upload feito originalmente por ranga66 A sub sabe sua hora, sabe esperar, sabe se entregar.
Aguarda, sabendo que até no aguardar ela já pertence, já serve, já se entrega.

O Diálogo.

"Um casal tomava café no dia das suas bodas de ouro. A mulher passou a manteiga na casca do pão e deu para o seu marido, ficando com o miolo.

Pensou ela: - Sempre quis comer a melhor parte do pão, mas amo demais meu marido e, por 50 anos, sempre lhe dei o miolo. Mas hoje quis satisfazer o meu desejo".

Para sua imediata surpresa o rosto do marido abriu-se num sorriso sem fim e ele lhe disse:
- Muito obrigado por este presente, meu aamor. Durante 50 anos, sempre quis comer a casca do pão, mas como você sempre gostou tanto dela, eu jamais ousei pedir !"


Na vida ou no BDSM diálogo é fundamental.
Já postei um texto sobre isto, mas por mais evidente que seja, por mais que pensemos dialogar, sem perceber nos omitimos, fingimos dialogar.
Medo de perder, medo de não ser compreendido, medo...
Só sei que algo tão evidente é uma ficção, que alguns imaginam praticar.
O consensual é dinâmico, evolui naturalmente, mas se nos conduzirmos baseados em suposições, em entendimento isolado jamais e…

Medo do Desconhecido.

Imagem
Upload feito originalmente por ★ mimicromundo ★ Contam as lendas que um dia um espião foi preso e condenado à morte pelo general do exército árabe.

Sua sentença era o fuzilamento, mas o general tinha um hábito diferente e sempre oferecia ao condenado outra opção. E essa outra opção era escolher entre enfrentar o pelotão de fuzilamento ou entrar por uma porta preta.

Com a aproximação da hora da execução o general ordenou que trouxessem o espião à sua presença para uma breve entrevista.

Diante do condenado, fez a seguinte pergunta: o que você quer - a porta preta ou o fuzilamento?

A escolha não era fácil, por isso o prisioneiro ficou pensativo e, só depois de alguns minutos, deu a resposta: prefiro o fuzilamento.

Depois que a sentença foi executada o general virou-se para o seu ajudante e disse: “assim é com a maioria dos homens. Preferem o caminho conhecido ao desconhecido”.

E o que existe atrás da porta preta? Perguntou o ajudante.

A liberdade, respondeu o general. E poucos foram os homens co…

Desculpas...

Imagem
Irresistible Part 7 "Resisting"
Upload feito originalmente por SecretVodka =) Medo, insegurança, fantasia...
Tantos motivos e recursos para fugirmos de nosso destino.
Criamos mundos fantasiosos e particulares, com regras próprias, com personagens que só cabem em nosso imaginário.
Desistimos de nossas lutas, de nossos objetivos criando saídas alternativas.
Cedemos nosso espaço, nossas conquistas por nos sentirmos ameaçados, cabeça baixa nos retiramos sem lutar.
Desafiados, enxergamos, equivocadamente, que estamos sendo sobrecarregados pq não nos consideramos capazes.
Ao invés da luta o conforto de nosso mundinho criado a perfeição.
Se já é uma vergonha no universo baunilha, imagina então no universo BDSM onde está implícito o conceito de desafio, de vencer, se superar.
Portanto, cuidado com as decisões que toma, podem ser só desculpas pra escapar da realidade.
Lute, mesmo que tudo pareça desfavorecer, mesmo que te digam que não consegue, certamente basta alguém acreditar em vc, seu Dono…

Estar a altura.

Imagem
Irresistible Part 9 "Rest"
Upload feito originalmente por SecretVodka =) Muita sub receia não estar a altura do Dom, de não conseguir ser a sub que Ele deseja.
Mas pensar assim é colocar em dúvida a capacidade de julgamento do Dom, afinal, se vc se sente pequena diante Dele e incapaz de servi-lo por enxergar Nele as virtudes ideais de um Dom a ponto de admira-lo e desejar pertencer, sinal que Ele é capaz de identificar em vc todo o seu potencial.
Se fala tanto em confiança, na sub confiar em seu Senhor, mas não vc consegue confiar no dicernimento Dele?
Não tenha medo de se entregar, afinal, cabe ao Dom te conduzir, proteger, cuidar e ampliar seus horizontes.
Não duvide de vc se justamente Ele é quem mais confia em vc.
Não deixe de servir, de ser feliz só pq não se acha capaz, confie na condução, confie na sensibilidade do Dom desde que Ele já tenha conquistado seu respeito e admiração assim como seu desejo de entrega.

A Escolha.

Imagem
0092-ar1
Upload feito originalmente por emorengb

A quem deseja servir? Pq deseja servi-lo?
A sub, silenciosamente, avalia seus motivos, seus desejos.
Finalmente, depois das conversas iniciais, validando a regra básica do consensual, ela se entrega.
Quantos pensamentos, medos e desejos.
Mas é preciso, acima de tudo, sabedoria.
Não se enganar pelas fantasias, pelo desejo exacerbado, pelo medo imobilizante.
Servir exige a sensação de segurança, proteção, a expectativa de aprendizado e crescimento.
Se errou, descobrirá logo, que não seja da pior maneira, mas se fez boa escolha, se entregue, viva intensamente e colha as mais deliciosas sensações deste universo chamado BDSM.

Poder se expressar.

Red bed
Upload feito originalmente por ideaLAve Existe uma regra de vida e que está implícita no BDSM, conversar é sempre o melhor caminho.
Vejo que muita coisa se perde pq buscamos sozinhos os caminhos, as respostas.
Acreditamos que já a temos e pronto, tomamos decisões e nem demos a chance da outra parte se manifestar.
No BDSM, julgamos atitudes e gestos como se já fossemos sabedores de intenções ou entrelinhas, mas erramos na maioria das vezes por não compreendermos o real intuito.
Em outras tantas situações se obedece cegamente, mesmo contrariado(a), pela crença que sub não fala, não se manifesta.
Se juntarmos as duas situações então, criamos uma represa que quando rompe, rompe de maneira dramática, intensa e sem chance de volta.
Por regra, a sub deve ser educada e é com educação que ela deve abrir canais para conversar, perguntar, falar de seus medos e inseguranças.
Já a responsabilidade do Dom é ouvir, não precisa revelar sua intenções, seus objetivos, mas tomar conhecimento dos anseio…

Harmonia entre irmãs.

Desarmonia entre irmãs é culpa de quem?
Das irmãs ou do Dom?
Devemos deixa-las a própria natureza ou esperar que a condução do Dom favoreça a harmonia e maturidade de ambas?

Olhar e leitura.

Muitas vezes falta ao leitor, de qualquer texto, o apuro, a atenção.
Imagens convidam o olhar mas não prendem a mente, leituras superficiais e regadas de preconceito não ajudam.
Quando criei este espaço, era com a intenção de defender uma pratica, um conceito: o BDSM.
Ele existe muito antes de mim ou de vc. Ele é uma escolha que fazemos.
O BDSM não precisa do Eros, não sou um vendedor autorizado por ele, representante com crachá.
Ele está ai, sendo descoberto enquanto estamos aqui, sendo sentido a todo momento, sendo vivido, até inocentemente.
O que é fundamental é que queiram ou não queiram, mais e mais pessoas se incorporarão ao BDSM, pq ele é muito maior, pq ele captura uma natureza que não se controla ou manipula, as pessoas precisam do BDSM, não ele da gente.
É importante perceber e aceitar que é algo dentro de cada um que convida ao BDSM.
No entanto, como em todo lugar, existem os oportunistas, e é ai que entra o blog, como tentativa de defender o BDSM limpo, claro, verdadeiro.
Vc pode n…

Desconforto.

anais 2
Upload feito originalmente por phgaillard2001 Aceitar servir é optar pelo desconforto.
Vida baunilha é confortável, afinal vc decide, aceita, nega, faz seu próprio caminho.
Servir é optar pelo desconforto, é, neste caso, escolher um caminho mas que seguirá sob regras alheis, de seu Dono.
Apesar de estimulante, excitante, muitas vezes vc estará sob condições que mexerão com seu emocional, causará tensão, questionamentos, dúvidas e medos.
Mas ainda assim, vivendo este desconforto, vc fará.
Pq vc quer servir, pq foi sua escolha.

Sempre Escrava.

A escrava não existe somente na presença do Dono, afinal era submissa muito antes de se dar conta.

Pronta?

O que sentes quando está na iminência de ser abordada por seu Dono?

Afinal, o que quero pra mim?

Escape
Upload feito originalmente por Eros, O Dom. Muita gente entra no BDSM com conceitos fechados ou acaba sendo induzida a crer que sua opinião e vontade não contam.
Oferecem um cardápio no qual vc deve se encaixar.
Infelizmente muita gente cai no conto e acaba desistindo ou vivendo um BDSM amarrado, restrito e longe do consensual.
Mal comparando, o BDSM seria um clube com um portão de entrada que logo ressalta através de uma placa que ali dentro três regras devem ser seguidas: são, seguro e consensual. Regras que valem para todos, justificando exclusão daqueles que desrespeitam as regras.
Todos são bem vindos, não há grandes formalidades a serem seguidas por quem frequenta, respeito e educação, bom senso, um ambiente agradável mas que eventualmente oferece cenas "fortes" para estômagos fracos.
Próximo da portaria um imenso "mercado", apesar de permitir visitas, as aquisições devem ser feitas em pares ou grupos, desde que haja a presença de pelo menos um Dominante.
Dis…

Mergulho.

Imagem
Nu au collier
Upload feito originalmente por Pascal Renoux Viver o BDSM exige mergulhar neste universo, sabendo bem quais são suas fronteiras, sem jamais deixar um universo contaminar o outro.
O fato de ser submissa no BDSM não quer dizer que deva agir assim fora dele, ao contrário, se espera que o aprendizado te faça mais confiante e segura.
O fato de ser Dominador no BDSM não quer dizer que possa sair distribuindo ordens fora dele, ao contrário, se espera a serenidade e o equilibrio como fruto do aprendizado proporcionado.
Mergulhar, se entregar plenamente é fundamental, mas como definição clara das fronteiras.

Entrega.

Mas do que ser vendada, é preciso confiar no seu guia, no seu Dom.
Viver a submissão é caminhar desconhecendo o caminho, a direção.
É seguir sem questionar, confiando plenamente em seu Dono.
Vc entrega seu corpo e alma, e espera Dele responsabilidade e sabedoria.

Desejo de servir.

Imagem
6310162-lg
Upload feito originalmente por piccol4 A base da submissão é o desejo de servir, de agradar, de esperar em troca somente o prazer do Dono.
Ao Dom cabe cuidar, orientar, proteger.
É uma relação plena desde que cada um cumpra seu papel.

Falsas Verdades...

Sexy
Upload feito originalmente por Soul Submissa Se vc me perguntasse qual é o maior perigo, o maior erro que podemos cometer, eu provavelmente pensaria um pouco e diria que é viver uma mentira.
Acho que não é o tipo de pergunta que se responde de primeira, mas a resposta talvez seja a que melhor caiba, pelo menos assim penso.
Seja baunilha, seja BDSM viver mentiras sempre será um erro, acreditar em fantasias, criar o nosso próprio universo onde só valem nossas regras e conceitos sempre resultará em fracasso, pq o mundo real sempre cobra sua conta.
O pior é que a mentira e/ou a fantasia são tão cheias de artimanhas que com toda prevenção e atenção ela ainda nos faz vítimas.
Eu conheço, vc deve conhecer inúmeras pessoas que em algum grau vivem uma fantasia, convictas de sua veracidade e realidade.
Mas somos capazes de distinguir nossas próprias mentiras?
Somos naturalmente tão carentes de aceitação e reconhecimento que criamos meios de sobreviver, aumentamos nossos feitos, acentuamos nossas …

BDSM.

sub1
Upload feito originalmente por ideaLAve Abaixo vcs poderão ver exemplos da beleza do BDSM.
Inúmeras possibilidades e intensidades.
Mas seguindo alguns padrões: sensualidade, entrega, consensualidade, prazer, etc.
Gostaria de contar com a colaboração de cada leitor, comentando em suas fotos favoritas, ou seja, indicando seus gostos e preferências.
Aproveitem, que seus olhos se encham de beleza e suas almas de inspiração.

Acorrentada.

Imagem
Chained beauty
Upload feito originalmente por ideaLAve

Aos cuidados...

Time out
Upload feito originalmente por ~SCF~ BDSM contempla vários conceitos e práticas, desde que respeitem uma lógica simples, muita coisa acaba se enquadrando.
Muitos tem fetiches, mas por não srem continuados, permanentes, não seguirem um acordo de entrega com limites não são BDSM.
É ai que muita gente se confunde e distorce.
BDSM é continuado, a sub dá todas as prerrogativas ao Dom através do consensual e cabe ao Dom se manter dentro destes limites e a sub se portar conforme o acordado.
Já no fetiche é eventual, descompromissado, não existem papéis preponderantes e tudo pode mudar ao sabor dos desejos.
Adeptos do BDSM podem, eventualmente, usar seus conhecimentos na relação baunilha, mas quem só tem fetiche dificilmente aguenta o tranco do BDSM.
É isto que nos torna especiais: nossa capacidade de lidar com limites.
E para lidar com limites a sub se coloca sob os cuidados do Dom, não é uma viagem irresponsável, só se entrega a quem realmente saiba se conduzir e, consequentemente, conduzi…

Cadelas...

Algumas submissas gostam de serem tratadas como cadelas, alguns Doms adoram tratar suas submissas como cadelas.
Algumas relações tem base neste conceito, a sub é cadelinha do Dono, vive vida de cadela, simulando praticamente todos os atos de uma.
Evidentemente toda relação pode, eventualmente, usar este cenários como inspiração, o Dom pode, consensualmente, expor a sub a esta condição.
Vcs gostam?
Obs.: Dogwoman - (Do inglês: "dogwoman" - mulher cachorro) Ato do submisso(a) atuar e comportar-se como um cachorro ou cadela. Dentro do BDSM, deve comer em uma terrina, dormir aos pés da cama do dono(a), assumir posições previamente treinadas, etc...A prática de dogwoman requer adestramento como um cachorro/cadela.

Sensualidade.

Imagem
Uma das coisas mais belas do BDSM é a sensualidade.
Imagens saltam aos olhos no BDSM, é extremamente visual.
Um Dom que saiba conduzir por este caminho e uma sub que sabe acentuar este aspecto torna ainda mais espetacular a relação.
Sejamos sensuais, sempre...

O que espera?

O que vc espera de seu Dom? Sua vontade é valiosa.
Converse, negocie, aproveite bem o consensual até estar pronta para se entregar.
Depois, se deixe conduzir...

Espaço de Discussão.

Imagem
untitled
Upload feito originalmente por Luna♥ Nada mais sem graça do que não discutir idéias, ser a única voz quando tantas pessoas podem contribuir com suas idéias e comentários.
Observar é preciso, diria que é fundamental, mas é importante que sempre haja alguém com novos ângulos para provocar novos olhares, novas abordagens.
Não quero que este seja um espaço só de leitura, mas que todos se sintam a vontade para contribuir, trazer novas discussões, colaborar com as já existentes.
Apreciem, mas fiquem a vontade para contribuir.

Condução.

Cabe ao Dom conhecer e trabalhar as necessidades da sub, não suas vontades.

A sub que controla o Dom.

2100244191_fdd36639d3
Upload feito originalmente por corvo0569 Todos nós sabemos que o BDSM se baseia em duas figuras: a que comanda e a que se submete.
Tem várias maneiras de descrever as duas, sejam mais específicas, sejam mais superficiais.
Papéis bem definidos as relações se desenvolvem, se efetivamente BDSM, somos felizes, se oportunistas, vivemos sob riscos.
Mas ninguém fala da relação onde a sub comanda.
Conheci alguns casos, dois bem nítidos.
Ela se dá, na maioria das vezes, de maneira sutil, o Dom vai sendo induzido pela sub, sugestionado, manipulado.
Acaba atendendo todas as expectativas dela, provavelmente pq têm prazer com isto.
Nada mais teatral e falso, os dois assumem seus papéis e se exibem felizes como um sucesso de casal, mas, observando mais de perto, se percebe que é a sub que comanda, que determina o andamento da relação.
É uma relação, normalmente, intensa, pq tem poucos conflitos, os dois sempre estão satisfeitos pq tem suas necessidades atendidas, ainda mais se os desejo…

Agrade...

Agrade seu Dono, seja dedicada, tente se aprimorar, conte com a condução dele.
Servir é buscar o aperfeiçoamento, a confiança de se entregar a cada ato sem medo de errar...

Satisfaça...

Agrade ao Dom, tenha prazer, tire Dele aquele comentário silencioso, mas cujo silencio é tão intenso que te faça arrepiar.

Dominação Psicológica.

Imagem
Imagen 006Upload feito originalmente por J. Fuentes M.Tendo com o base o consensual, na DP é fundamental conhecer a sub, suas fraquezas, seus pontos fortes. Conhecer bem seus limites.Tendo isto, é hora de guia-la, orienta-la.Não existe receita padrão, exige sensibilidade.Na vida não alcançamos o conhecimento profundo, não existe Dom com esta capacidade, mas a DP, sem dúvida exige um bom nível de conhecimento, percepção.O bom é que o Dom tb aprende e ele deve ser capaz de aprender.é isto que torna a DP tão bonita.

O Amor BDSM

Imagem
pretty-please Upload feito originalmente por abetaltre
Há algum tempo venho pensando em escrever sobre o amor no BDSM. É, talvez, o tema mais polêmico dentro do BDSM.
Só quero trazer minha contribuição, nada mais que isto.
Certamente voltarei ao tema mais vezes, tamanha são as polêmicas e abordagens possíveis.
Bem, primeiro devo dizer que acredito no amor em suas variadas formas, e são tantas que nem nos damos conta: amor de filhos, de pais, de parentes, amigos, colegas, aluno para professor e vice versa, namorinho, ficante, amante, namoro sério, noivado, casamento, amadurecido, etc...
Poderíamos montar uma lista, seria divertido e construtivo, quem quiser contribuir, fique a vontade.
São formas de se amar, com características próprias, com nuances, definições, intensidades que dão peculiaridade àquela forma de amar.
No BDSM não é diferente, existe amor e dos bons, mas muitos querem amor de namorados, amantes e é ai que tudo se complica.
Não consigo ver, sem ser tomado pela dúvida, um Dom che…

Sirva-se.

Imagem
Master & sub-21
Upload feito originalmente por lizbeth1983a

O "Clube".

Engraçado como tanta gente comete erros enquanto frequenta o "clube".
Em todo clube existem regras, as mais relevantes afixadas na porta, com o BDSM não é diferente, com uma vantagem: clareza.
Na porta uma plaquinha diz: são, seguro e consensual.
Quantos clubes tem regras tão crisalinas? No entanto, a maioria acaba por ignorar e, consequentemente, se dar mal.
A principal delas, pra mim, é o consensual, e é justamente a mais desrespeitada.
O que vemos de "doms" querendo dar ordens, querendo marcar sessões no fim de semana, distribuindo coleiras e de subs sendo induzidas a acreditar que são de fatos "subs" quando na realidade só tem fetiches criados em cenas fortes de filmes e livros.
Leiam a plaquinha, qualquer pessoa minimamente inteligente entende o que as palavras querem dizer, ninguém pode ou tem o direito de mudar as regras, afinal, elas são a garantia maior do BDSM.
Claro, é possível que no primeiro contato ocorram testes, mas são testes, e o andamento dele…